Suas ações podem ser crime em alguns países

Você já cometeu algum crime? Foi condenado? Talvez você tenha sempre andado na linha e seguido a lei do seu país à risca, mas suas ideologias e suas ações comuns para nós, brasileiros, podem ser considerados crime ao redor do mundo.

E se você pudesse analisar aquilo que fala, faz e pensa, e comparar com leis de vários países para saber se você teria cometido um crime em algum lugar? Foi com um portal interativo que a Anistia Internacional da Nova ZelândiaONG internacional que luta a favor dos direitos humanos – resolveu expor a quantidade de condenações por coisas banais que absurdamente são punidas com agressões, torturas e penas de morte em muitos países.

Ao entrar no site Trial by Timeline, o usuário é instruído a autorizar o sincronismo de sua conta no Facebook. Feito isso, basta aguardar – e ir preparando sua defesa. O site analisa seu perfil na rede social, averiguando tudo que foi postado por você, os eventos que frequentou, e até as fotos que publicou. Tudo pode, e será usado contra você.

No final da análise, surge o resultado na tela. É possível ver que ações você cometeu e aonde estas ações seriam consideradas crime. Também é possível ver que tipo de punição você receberia pelo ato. Já vá se preparando, porque é certeza de já ter cometido um crime no Myanmar simplesmente pelo fato de ter uma conta no Facebook.

Então clique aqui, autorize a sincronia com o Facebook e assista sua(s) condenação(ões). No final de tudo, você pode compartilhar o resultado no Facebook ou Twitter.

Cartaz de filme mostra estudantes como protagonistas

boobyball

Nova campanha da SAIH (Studentenes og Akademikernes Internasjonale Hjelpefond), o Fundo Norueguês de Assistência para Acadêmicos e Estudantes. A campanha trata da importância dos estudantes em movimentos de mudança.

Os estudantes muitas vezes são os primeiros a protestar quando uma sociedade se move na direção errada. Portanto, em diversos países ditatoriais eles  são mantidos sob vigilância, perseguidos, presos, ou eles simplesmente desaparecem.

O impresso usa remete a um pôster de filme de ação para mostrar o poder dos estudantes: “Cuidado, eles foram educados. Eles se levantaram novamente para lutar pela paz e liberdade!

Coragem para agir

A Misereor (Organização dos Bispos Católicos Alemães para Desenvolvimento Cooperativo) apóia pessoas necessitadas,  independentemente de etnia, religião ou sexo.

A campanha de 2011 “coragem para agir” foi criada pela agência alemã Kolle Rebbe e destaca a bravura com que essas pessoas enfrentam as dificuldades, injustiças e guerras: eles resistem, lutam, questionam e permanecem para mais uma batalha.