Camisinha não é só coisa de jovem

A importância do usa da camisinha já está mais do que presente na cabeça de todos. É muito difícil hoje em dia ver alguém que desconhece o preservativo e não reconhece a proteção que ele lhe fornece.

Seja para evitar uma gravidez, ou para evitar doenças sexualmente transmissíveis, a camisinha é, hoje, o método de proteção mais utilizado por casais no mundo todo. Contudo, o número de contágio por qualquer DST (Doenças Sexualmente Transmissíveis) ainda é muito elevado.

Muitas campanhas já foram, e ainda são, lançadas visando o público jovem. Isto se dá porque este público é o mais ativo quando se trata de relações sexuais. Porém, não devemos nos esquecer que as pessoas com mais idade também praticam sexo e também estão vulneráveis à doenças.

Para alertar aos senhores de idade sexualmente ativos sobre a importância da camisinha e os perigos de manter uma relação sem proteção, a organização americana Safer Sex 4 Seniors (Sexo Seguro Para Idosos, traduzindo) resolveu divulgar um video que quebra tabus e esboça sorriso e interesse aos que assistem.

O video ilustra diferentes idosos em diversas posições sexuais (vestidos), enquanto um dado curioso e alarmante surge na tela. O video diz: “Apenas na Flórida, DSTs em idosos aumentaram 71%. Embora existam mutias maneiras de praticar o sexo, existe apenas uma maneira de fazê-lo de forma segura. Use camisinha.”

A criação é da DDB.

Descubra sua sorte no amor e ganhe uma camisinha

Para lembrar os jovens de Taiwan sobre os riscos do sexo desprotegido e alavancar as vendas, a fabricante de camisinhas Durex criou uma nova campanha. Em razão de tabus culturais, a distribuição de camisinhas por promotores de rua não era efetiva. Para combater essa barreira cultural, nada melhor do que encontrar uma resposta na própria cultura do país.

Muitos taiwaneses visitam videntes para descobrir seu futuro sobre tópicos como riqueza, saúde e principalmente amor. A ideia da agência OgilvyAction foi criar uma máquina de leitura da sorte apelidada de “Xerud”, ela foi colocada em bares, boates e karaokês onde normalmente as pessoas estão menos inibidas.

A máquina fazia previsões de relacionamentos e dava as pessoas uma amostra de camisinha com dicas sobre como ter uma vida sexual segura. O legal da ação é que além de ter aumentado o número de distribuição das camisinhas ela também colocou em pauta um assunto importante e que deveria ser mais discutido no país.

Campanha contra o HIV para o público jovem masculino

sa1 Campanha impressa da DSCF/COI para incentivo do uso de camisinha. A campanha é voltada para o público jovem masculino, com visual e linguagem moderna.

No português, a frase é algo como:  “Ele não tinha uma, então não pegou nenhuma”. Mas poderia ser também: “Ele não tinha uma, então ficou sem dar uma”.

Um cartão foi criado com a mesma ideia, para visualizar clique aqui.

O mundo ficará vermelho para sinalizar a luta contra a AIDS

sa1 Nova campanha da RED espalhou luzes vermelhas para conscientizar as pessoas sobre a prevenção do HIV. O objetivo é marcar a geração de 2015 como a primeira livre da AIDS.

Os usuários das redes sociais podem ajudar a transformar o mapa do mundo em vermelho usando o Twitter e o Facebook, ou participando de encontros da RED. Usuários do foursquare também podem participar, incluindo a hashtag “# turnred”  ao fazer check-ins em qualquer local, para  desbloquear um badge especial da campanha.

As ações nas redes são enviadas a um mapa no site da RED. Os países com mais atividades ficam em tom de vermelho mais escuro. A navegação também é capaz de filtrar as atividades das redes sociais.

A RED tem como objetivo principal  conscientizar e levantar fundos para o Global Fund, que apóia os esforços para eliminar a AIDS na África. Uma parcela significativa de seus fundos vem de marcas como Apple e Gap, que oferecem  versões “RED” de seus produtos, sendo que parte do dinheiro da venda vai para o Global Fund. Pelo foursquare você consegue encontrar lojas com os produtos RED.

sa1