Cadelinha passa o dia recebendo carinho

Campanha da ONG MaxMello, que trabalha em defesa dos animais e hoje cuida de 323 cães, 18 gatos e 2 porcas, “Faça um Carinho” viralizou na internet e tocou a todos.

A Pat, protagonista do filme, foi encontrada abandonada presa a correntes e desnutrida e pôde conhecer o lado mau do ser humano. Pensando nisso, a ONG em parceria com a Sumaca Filmes, levou a Pat para a rua para conhecer desta vez o lado bom das pessoas e, claro, informar a sociedade sobre a importância de amparar os animais abandonados.

Veja o vídeo e se emocione:

Um dia para lembrar dos animais o ano todo

Você conhece São Francisco de Assis? Para os católicos, a história é bem conhecida. Para quem não conhece, trata-se de um homem de origem rica que foi canonizado e se tornou santo após abrir mão de sua riqueza para se dedicar aos excluídos, à natureza e aos animais.

Hoje, 4 de outubro, é celebrado o Dia de São Francisco de Assis – o protetor dos animais. E, para não passar em branco, trouxemos uma peça criativa – da ONG americana ASPCA – que apela para a adoção de cães.

O anúncio de revista acima foi veiculado em Nova York, e traz como título um dado alarmante: “10.000 cães recebem a injeção de eutanásia e sao sacrificados todos os dias.” O anúncio é interativo, e uma mensagem no canto da página pede que o leitor puxe a tira de papel destacável onde se encontra a ilustração da injeção, revelando uma coleira em torno do cachorro e a assinatura: “Adote um hoje.”

A criação foi feita por estudantes da Escola de Artes Virtuais, de Nova York.

Veja as campanhas em prol dos animais que já passaram por aqui:

Um apelo emotivo pela vida dos animais

Cobaia humana para denunciar os testes em animais

Denuncie incêndios florestais

Use lâmpadas ecológicas e salve vidas poupando energia

Talvez a geração que está por vir nunca brinque com sombras, mas quase todo mundo já brincou, contou histórias e tentou fazer milhões de formas, figuras e animais com as mãos numa sombra projetada.

Para passar a mensagem de que poupar energia elétrica ajuda a salvar vidas, a Lighting Networks resolveu divulgar uma campanha simples, porém bonita e funcional.

Os anúncios impressos ilustram animais feitos com as mãos em uma sombra projetada. O que chama atenção, e leva um certo tempo para perceber, é que os animais (coelho, pássaro e urso) estão todos deitados, passando a ideia de estarem mortos. A assinatura justifica a imagem: “Poupe energia. Poupe vidas. Use lâmpadas ecológicas.”

A criação é da Grey.

O sacrifício de animais não acaba com a raiva. Vacinar, sim

Muito já se falou da raiva, tanto no Brasil, quanto no resto do mundo. Apesar de praticamente erradicada no país, a raiva ainda se faz presente e, em alguns países, ainda é muito preocupante.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), por ano, 55 mil pessoas ainda morrem após serem mordidos por um animal infectado. Além disso, 20 milhões de animais são sacrificados na tentativa de acabar com a doença.

A campanha, intitulada “Coleiras Vermelhas: Na Luta Contra a Raiva”, busca atingir as pessoas do mundo todo. A ação foi criada pela ONG WSPA (Sociedade Mundial de Proteção Animal), e é composta tanto por anúncio impresso, quanto por video.

Ambos os veiculos buscam apoio de populações do mundo todo contra a doença. O video, mais pesado, mostra o sacrifício de alguns cães com o objetivo de erradicar a doença, e ainda lembra ao telespectador que a raiva, tanto no animal quanto no ser humano, é totalmente evitável.

O nome coleira vermelha surge do fato de que todos os cães vacinados pela ONG em uma comunidade, receberam coleiras vermelhas para serem distinguidos dos outros cães ainda infectados. Com a sua ajuda, nenhum cão precisa ser sacrificado, e milhares de vidas são salvas. Para ajudar, basta acessar o site oficial.

O verdadeiro preço da moda

chromeforacause chromeforacause

Nova campanha da PETA com criação da Mccann Worldgroup Singapore . A campanha foi feita para consumidores que gostam de produtos da moda e que não deixam escapar uma boa promoção.

O texto do Outdoor explica que para revelar os preços da promoção bastava baixar um aplicativo no celular e tirar uma foto do código de barras. Mas ao fazer isso a pessoa era surpreendida por vídeos de animais sendo brutalmente mortos para a produção das peças de roupa.

Assinatura: “Conheça o preço verdadeiro, compre com responsabilidade.”