Suas ações podem ser crime em alguns países

Você já cometeu algum crime? Foi condenado? Talvez você tenha sempre andado na linha e seguido a lei do seu país à risca, mas suas ideologias e suas ações comuns para nós, brasileiros, podem ser considerados crime ao redor do mundo.

E se você pudesse analisar aquilo que fala, faz e pensa, e comparar com leis de vários países para saber se você teria cometido um crime em algum lugar? Foi com um portal interativo que a Anistia Internacional da Nova ZelândiaONG internacional que luta a favor dos direitos humanos – resolveu expor a quantidade de condenações por coisas banais que absurdamente são punidas com agressões, torturas e penas de morte em muitos países.

Ao entrar no site Trial by Timeline, o usuário é instruído a autorizar o sincronismo de sua conta no Facebook. Feito isso, basta aguardar – e ir preparando sua defesa. O site analisa seu perfil na rede social, averiguando tudo que foi postado por você, os eventos que frequentou, e até as fotos que publicou. Tudo pode, e será usado contra você.

No final da análise, surge o resultado na tela. É possível ver que ações você cometeu e aonde estas ações seriam consideradas crime. Também é possível ver que tipo de punição você receberia pelo ato. Já vá se preparando, porque é certeza de já ter cometido um crime no Myanmar simplesmente pelo fato de ter uma conta no Facebook.

Então clique aqui, autorize a sincronia com o Facebook e assista sua(s) condenação(ões). No final de tudo, você pode compartilhar o resultado no Facebook ou Twitter.

Dia dos Ex-Namorados: doe aquilo que ganhou

Quando o assunto é doação de roupas e objetos pessoais para quem precisa, é muito comum nos depararmos com campanhas que apelam pelo emocional para sensibilizar as pessoas.

Para fugir deste senso comum, muitas vezes o humor é a chave do sucesso para transmitir a mensagem desejada sem parecer clichê ou entediante. E, abusando do humor, o Exército da SalvaçãoONG internacional que trabalha para servir à humanidade sofredora – resolveu lançar o Dia dos Ex-Namorados.

O Dia dos Ex-Namorados é celebrado hoje, 18 de abril, e tem como foco recolher doações de objetos pessoais, roupas, acessórios, etc. que foram recebidos como presente daqueles que um dia foram companheiros: os ex-namorados.

Para convidar as pessoas a doarem aquilo que ganhou de um ex-namorado, ou ex-namorada, foi divulgado um video bem executado e engraçado, onde os objetos tomam vida. No video, uma gravata aparece contando a música de fundo com o auxílio de um cinto como microfone, ao passo que outras peças de roupa ajudam no coro.

No final, o clima é cortado pela dona dos objetos que está se desfazendo deles, e de todas as possíveis lembranças do ex-companheiro. Surge então a assinatura da campanha: “Que pena que acabou. Mas já que acabou, doe.”

A criação é da WMcCann.

A falta de higiene e a promessa de um pai

Você, que está lendo este post, provavelmente sabe da importância em lavar as mãos antes das refeições. Trata-se de um hábito simples e comum para grande parte da população mundial, e que previne a propagação de muitas doenças.

Se você já questionou essa atitude quando era criança, e ficava emburrado toda vez que sua mãe dizia para ir lavar as mãos, você vai se surpreender com os dados e o video a seguir. Por que? Simplesmente porque, a cada ano, 2 milhões de crianças com idade inferior a cinco anos morrem de infecções como diarréia e pneumonia – doenças estas que podem ser evitadas com um simples gesto de lavar as mãos.

Na maioria dos casos não se trata de educação, mas simplesmente pela falta de higiene disponível em países como a Índia, onde encontrar água limpa e sabonete antibacteriano é quase impossível. E foi justamente a Índia o país escolhido para a campanha da Lifebuoy – empresa global, pertencente a Unilever, que fabrica produtos de higiene e saúde.

O video acima retrata um pai cumprindo sua promessa, percorrendo um longo trajeto andando de ponta-cabeça com as mãos. O motivo é que seu filho acabara de completar 5 anos de vida, algo que nunca havia acontecido com seus outros finados filhos.

Embora a história seja triste, a mensagem é linda, e convida a todos para participar e ajudar no projeto Help a Child Reach 5 (“Ajude Uma Criança a Chegar aos 5 Anos”, traduzindo) via Facebook.

A criação é da Lowe Lintas.