Esparadrapo vira mídia em campanha de doação de sangue

A maior parte das pessoas que doam sangue, o fazem por conhecer alguém que precisa. Poucos são aqueles que a cada três ou quatro meses, período recomendado, comparecem para doar. Foi com o intuito justamente de fidelizar estas pessoas, que a Santa Casa de Misericórdia assinou a campanha QR TKS.

Durante o período da campanha, os doadores receberam um QR Code impresso no esparadrado do curativo. Este local alternativo de comunicação ao ser reconhecido pelo leitor de um smartphone executava um vídeo de agradecimento de um parente de quem precisava da doação.

Como comenta o vídeo, o simples esparadrapo serviu como uma maneira de agradecimento, criando um laço emocional entre o doador e o receptor, já que aqui no Brasil a doação é anônima e não necessariamente vai para a pessoa que você deseja ajudar, mas sim para a pessoa que mais precisa no momento, uma conduta indiscutível. Sendo assim, a doação é um ato simbólico e o mais importante: você sempre estará ajudando alguém, por isso mantenha os bancos de sangue abastecidos!

Resultado da campanha: em uma semana o número de doadores chegou a 800 com um aumento de 23% em relação ao período normal.

Criação da Y&R premiada com bronze em Cannes.

Compras online com isenção de trabalho infantil

Já imaginou fazer compras online e saber em tempo real quais peças envolveram em sua cadeia produtiva trabalho infantil? Pois foi exatamente isso que a earthlink imaginou. Criaram um plug-in capaz de esconder as imagens dos produtos com histórico desaprovado envolvendo trabalho infantil. O aplicativo se chama aVOID disponível para download. Segundo o site é uma maneira rápida e eficaz de protestar contra a exploração de crianças, obrigando os fabricantes a rever os procedimentos de sua cadeia produtiva. Muitas vezes, as próprias marcas tem dificuldade para mapear a sua cadeia, o que na maior parte das vezes esconde crimes, como a exploração infantil.

O Grito das Cinco baixou o plug-in, porém não conseguiu vê-lo em atividade, talvez pela limitação de região que o mesmo atua (Estados Unidos, França, Alemanha e Reino Unido), limitações de programação dos sites que o envolvem e também acesso aos mesmos, já que são invasivos. Enfim, estando em atividade ou não, é uma iniciativa de protesto que escancara o que não está acessível ao consumidor sobre as marcas fometando uma cadeia limpa.

Se você for testar entre em sites como Asos, Yoox, Amazon, Target, Macys, Zalando, Google Shopping, Frontlineshop e Otto. O site também publica uma lista das marcas com pontos “vermelhos” com a earthlink, conheça a lista neste site. Este blog apoia iniciativas contra a exploração infantil, como a Escravidão Não, o qual acompanhou de perto. Veja o vídeo.

Esconde-esconde, uma brincadeira séria

A infância tem papel fundamental na formação de todos nós, ela tanto pode ser construtiva na educação do indivíduo, como criar traumas para toda uma vida. Preocupada com os direitos humanos e principalmente com os direitos da Criança, a Unicef criou uma campanha de valorização da infância em um dos países mais desenvolvidos da América Latina, o Chile.

Cercada de um dado alarmante, dentre 4 crianças 3 são vítimas de maus-tratos na família chilena, a Unicef assina peças como um filme, spots de rádio e um anúncio impresso, a fim de sensibilizar o público adulto.

As peças da campanha criam um ambiente a partir da ótica da criança nos momentos de angústia que antecedem a situação de violência física ou psicológica. Ao final do filme a trama toma outro rumo e somos surpreendidos pela assinatura “Há crianças que brincam de ser invisíveis.”

Anúncio impresso:

No mesmo tema, outro filme do Instituto de apoio à Criança ficou marcado e mostra como a violência infantil pode criar sequelas escondidas, como o menino do filme tentando se proteger.

O filme da Unicef foi premiado no Clio Awards e tem criação da agência Ogilvy, Chile.

Para provar que qualquer valor faz sim a diferença

É muito bom fazer uma doação e saber que está ajudando pessoas que precisam. Porém, melhor do isso é ver exatamente o que doamos fazendo a diferença, por menor que seja o valor, ou o tempo gasto.

O desafio de ilustrar ao doador o quanto uma moeda faz a diferença na vida de muitas pessoas necessitadas inspirou a instituição alemã Misereor – que luta contra a pobreza extrema na África, Ásia e América Latina – a criar um anúncio eletrônico interativo, intitulado The Power of a Coin (O Poder de uma Moeda, traduzindo).

O anúncio, simples porém brilhante, pede para a pessoa que está passando pelo local inserir uma moeda de 2 euros. Em seguida, o anúncio toma “vida” e o doador acompanha a tragetória de sua moeda, que ilustra a diferença daquela doação conforme vai passando pelas áreas necessitadas.

O video acima ilustra todo o processo de construção da máquina-anúncio até o seu funcionamento pleno. Por fim, a máquina ainda tira uma foto do doador e permite que seja divulgado via Facebook, aumentando o alcance da mensagem.

A criação é da Kolle Rebbe.

Um concerto com a ajuda das pessoas

As campanhas brilhantes, e que chamam a atenção necessária, normalmente são frutos de verbas gigantescas e uma logística absurda. Mas, contrariando este esteriótipo, venho falar sobre uma campanha simples, genial e, o mais importante, funcional.

Com o objetivo de ajudar a fornecer água para pessoas necessitadas no sul do Sudão, a ONG polonesa PAH (Polish Humanitarian Action) – que visa transformar o mundo em um lugar melhor para todos – conseguiu juntar uma dupla de músicos que utilizam taças de cristal para fazer som, com o Facebook.

A inusitada ação ganhou muitos adeptos e muita divulgação em mídia espontânea uma vez que, para ajudar, só era necessário dar “like” (ou “curtir”) na página da campanha. Cada “like” corresponde a uma gota de água para que as taças de cristal fossem preenchidas para, assim, serem utilizadas no concerto.

O sucesso pode ser visto no video acima. Além da mobilização mundial das pessoas, muitas empresas se sensibilizaram com a campanha e ajudaram com doações e divulgações. O resultado principal: uma reserva de água foi encontrada em uma das cidades mais críticas do Sudão, e um poço já está sendo instalado para fornecer água à população local.

Veja abaixo um trecho do concerto realizado – que contou com a participação voluntária de uma das melhores orquestras da Polônia.

A criação é da JWT.