Igualdade e respeito: estes são nossos votos de final de ano

Este é o último post do ano e, como assunto, escolhemos um tema muito comum no mundo todo: falta de respeito. Todo mundo sabe, ou deveria saber, que todos os cidadãos têm o mesmo direito, independente de: cor, raça, sexo, religião, preferência sexual, deficiência, etc.

É comum vermos pessoas não deficientes parando seus veículos em vagas para deficientes, ou usufruindo de um direito preferencial deles. Para conscientizar a população de Israel sobre este ato, a Access Israel – organização dedicada a transformar todo o país em um local acessível para todos, incluindo qualquer tipo de deficiente – resolveu divulgar uma campanha simples, direta e cômica, sem perder a seriedade do assunto.

O anúncio traz a foto de um veículo estacionado na vaga de um deficiente, e a parte cômica encontra-se na placa de sinalização da vaga, onde ilustra um homem urinando em um deficiente, representando total falta de respeito. Para entender melhor, o anúncio acompanha o texto: “É fácil estacionar em uma vaga para deficientes, mas tente resistir ao impulso.”

A criação é da Publicis Geller Nessis.


Para não terminarmos o ano sem posts natalinos, separamos alguns posts antigos em que o tema principal era o natal e as festas comuns de final de ano. Veja abaixo.

Não estrague seu natal. Bebida e direção não combinam nunca

Presente natalino com purê de batata para matar a fome das crianças

Cartão de natal impactante para levantar doações

Esperamos que aproveite e que tenha um feliz ano novo e muitas festas neste ano que se encerra!

Um pacote de fontes que retrata a enchente na Tailândia

Em uma ação para arrecadar doações para as vítimas da enchente que atingiu a Tailândia este ano, a Cruz Vermelha tailandesa lançou o projeto FFF – Font Fights Flood, disponibilizando o download de um pacote de fontes.

Cada alfabeto da Font Fights Flood (Fonte Contra Enchente, traduzindo), representa situações reais que ocorreram durante o incidente na Tailândia. Para acompanhar as ilustrações, foram feitos alguns textos, por exemplo: “Qualquer um pode usar esta fonte para lutar contra a enchente.”; ou “Brinque com a fonte para ajudar as crises de enchente.”

Os anúncios são assinados com um convite simples e direto: “Download+Doe”. Para fazer o download e/ou fazer uma doação, acesse o site oficial. Há também uma página no Facebook.

A criação é da BBDO Bangkok.

O aquecimento global continua e seus efeitos também

Todos já ouviram falar do aquecimento global e de seus efeitos. Para reforçar este assunto e evitar que caia no esquecimento de todos, a Oxfarm (instituição de caridade no Reino Unido que visa acabar com a pobreza) resolveu divulgar anúncios que relembrem as pessoas de que o aquecimento global continua, tal como seus efeitos.

Os anúncios ilustram mães africanas com seus filhos em cores que simulam câmeras sensíveis ao calor. As áreas mais quentes são representadas pela cor vermelha e, assustadoramente, as áreas frias são representadas pela cor azul.

O chocante no anúncio é justamente a cor totalmente azulada dos bebês, indicando que estaríam mortos, enquanto as mães os seguram sem muita esperança no rosto. Para acompanhar as ilustrações, há o seguinte texto: “Ajude-nos a lutar contra os efeitos do aquecimento global.” e assina com um endereço para doação online.

A criação é da RKCR Y&R, e para doar basta acessar o site.

Brasileiros e o mundo unidos em prol da preservação do meio ambiente

Se você ainda não ouviu falar sobre a alteração do Código Florestal, deveria se informar. É um assunto importante e envolve todos os brasileiros. Esta alteração promove o desmatamento, a destruição do ecossistema e coloca em risco a integridade das nossas florestas, tal como a sociedade brasileira como um todo.

A decisão final sobre esta alteração está nas mãos da nossa presidente Dilma Rousseff. É ela quem vai decidir se esta catástrofe irá ocorrer ou se ela manterá suas promessas no ano de campanha, em que firmou compromisso público de não permitir ou autorizar qualquer iniciativa que promova desmatamentos ilegais.

Com o objetivo de lembrar à presidente suas promessas, e informar a população sobre os problemas que isto pode acarretar, a WWF Brasil lançou a campanha Veta, Dilma!. A ação, que já ultrapassou os 70 mil adeptos em todo mundo, tem versões em português, inglês, espanhol e alemão.

Protestos estão ocorrendo não só no Brasil, como na Alemanha também, e envolve: cartazes, baterias de samba, apresentações de capoeira e até um telefone de emergência vermelho. Tudo isso para chamar a atenção de todos para este problema sério.

Para assinar esta campanha, e ajudar a aumentar o número de pessoas preocupadas com esta ação, acesse o site. Nele é possível se informar melhor sobre a manifestação, além de entender as consequências que serão sentidas em todo o planeta caso esta alteração seja implementada. Sendo assim, clique aqui e ajude a dizer: “Veta, Dilma!”

Não estrague seu natal. Bebida e direção não combinam nunca

Mas um ano se encerra e com ele vêm as festas de final de ano. Pensando nos acidentes automotivos que sempre aumentam nesta época por conta de motoristas irresponsável que bebem e dirigem, a CADD (Campaign Against Drinking and Driving – Campanha Contra Beber e Dirigir, traduzindo) resolveu lançar uma campanha conscientizadora que traz o natal como tema.

Os anúncios, divulgados na Inglaterra, retraram objetos típicamente natalinos em grandes proporções como “personagens” de acidentes. O texto: “O natal está logo virando a esquina. Não beba e dirija.”, a campanha clean e direta alerta para o risco deste ato.

A criação é da JWT London.