Mate o seu lixo de fome!

Campanha divertida da Recycle for Lordon, a idéia aqui é matar de fome o seu lixo comum, pra que alimentá-lo se você pode reciclar? Além de assistir o vídeo, vale a pena também visitar o website da campanha, lá você encontra respostas a perguntas como: O que eu posso reciclar? Como eu posso reciclar? O site também oferece download de um jogo para celular e um glossário de termos usados para reciclagem.

www.serdiferenteenormal.org.br

O Instituto MetaSocial, uma ong envolvida com a inclusão da pessoa com deficiência, lançou uma nova campanha de conscientização e desta vez escolheu a Síndrome de Down como tema. Ser diferente é normal é o nome da campanha que encabeça um pensamento sempre presente quando se tratam das diferenças: saber aceitá-las e construir uma sociedade igualitária.

Participe colocando o seu rosto no mural interativo dos apoiadores. Uma ferramenta muda o rosto do internauta para que ela se assemelhe a de um portador da síndrome. Confira no site:
www.serdiferenteenormal.org.br

Eco Ocean – Tartaruga

A Eco Ocean é uma ong de pesquisa e educação sobre oceanos. Nesta campanha, desenvolvida pela agência Shalmor Avnon Amichay/Y&R Tel Aviv, a ong tenta conscientizar as pessoas de que o lixo deixado nas praias pode prejudicar a vida marinha, filhotes de tartugara ficam presos e morrem antes mesmo de chegar no oceano.

Dia Mundial da Água

Hoje, domingo, se comemora o Dia Mundial da Água e, para comemorar, em São Paulo acontecerá uma ação coletiva no Parque do Ibirapuera, das 9h às 15h, realizada pela ONG Uniágua, a Sabesp e a Techem e com o apoio da Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, sobre a importância do consumo racional de água e da medição individualizada do recurso hídrico em condomínios.

Serão 6 horas de exposição e um caminhão-pipa da Sabesp vai distribuir água potável para os visitantes do parque, além de uma cartilha chamada “Medição Individualizada – Água. Use com Sabedoria”, que esclarece sobre o tema da ação.

Road & Transport Authority: Placas

Campanha da RTA veiculada em revistas e jornais. A idéia aqui é usar dados sobre acidentes de trânsito e transformá-los em placas. A agência criativa foi a FP7 de Dubai.

Placa 50: Você tem 50% de chances de sobreviver em um acidente de carro em alta velocidade.

Placa 70: 70 homens para cada 30 mulheres morrem em acidentes de carros (senhores, comecem a refletir).

Placa 90: 90% dos acidentes fatais envolvem veículos que ultrapassaram os limites de velocidade.