Bradesco lança aluguel de bicicleta aos domingos

Com o intuito de incentivar um estilo de vida mais saudável, o Bradesco lançou neste último domingo em parceria com a Prefeitura de São Paulo o Ciclo Sampa, projeto semelhante ao do Itaú, porém com bicicletas importadas, que são mais modernas: o pneu não fura, elas possuem 3 marchas e o sistema de engrenagem é sem corrente.

Os custos são os mesmos que todos já estão acostumados: os primeiros 30 minutos gratuitos e a cada 30 minutos extra, o aluguel custa R$5 e é debitado direto no cartão de crédito. Para usar, basta se cadastrar no site e utilizar as bikes em um dos pontos indicados no site. Por enquanto, apenas são quatro: um na R. Pamplona e outros três na Av. Paulista.

Hora do Planeta: Apague as luzes em favor do planeta

Você sabe que dia é amanhã? Claro que, além de ser sábado, que já é bom, amanhã é o dia da Hora do Planeta – dia em que a população do mundo todo se une para apagar as luzes durante 1 hora e ajudar a proteger o nosso planeta.

A Hora do Planeta surgiu em 2006, na Austrália, e foi idealizado pela WWF. Em 2007, na mesma cidade de Sydney, 2,2 milhões de pessoas e mais de 2 mil companhias apagaram as luzes durante uma hora, evidenciando a preocupação com as mudanças climáticas.

Em 2008, a cidade de Toronto, no Canadá, também abraçou a ação e, logo depois, 35 países acabaram aderindo. O número chegou a quase 400 cidades fazendo parte do evento.

Programado para ocorrer sempre no último sábado de março, por ser uma data próxima do equinócio, garantindo escuridão total em quase todas as cidades do mundo inteiro, a Hora do Planeta alcançou 135 países no ano passado. Contudo, o evento de 2011 teve uma grande novidade: muitas das centenas de milhares de pessoas ultrapassaram a hora, e se comprometeram com alguma atividade douradora no campo das mudanças climáticas.

Hoje, com poder das redes sociais, a ação pode chegar a quase todas as pessoas do mundo, batendo, assim, mais um recorde extraordinário. No site earthhour.org você pode ficar por dentro do que acontece e do que está sendo planejado para acontecer durante o evento.

Várias empresas globais apoiam a campanha. É o caso do McDonald’s que desligará os luminosos externos de todos os restaurantes da rede no Brasil. Outra empresa que apoia a causa é a Coca-Cola, que resolveu utilizar um mimeógrafo para criar um anúncio de revista que será veiculada no dia do evento. Além disso, a sede da Coca-Cola Brasil, no Rio de Janeiro, e alguns fabricantes vão desligar as luzes dos escritórios, fábricas, fachadas, outdoors e centros de distribição no país.

Clique aqui e veja a lista completa das empresas brasileiras que apoiam a campanha.

Fique ligado! A Hora do Planeta ocorre amanhã, das 20h30 às 21h30, onde você estiver no mundo. O evento não é meramente uma questão de poupança de energia; é uma questão que vai além da Hora do Planeta, reunindo ações e mudanças de comportamento em favor da nossa casa: o Planeta Terra.

Veja abaixo o perfil da Hora do Planeta em diferentes redes sociais:

Facebook
Twitter
YouTube

Please help the world – COP15

Como todos sabem a 15ª Conferência das Partes da Convenção do Clima das Nações Unidas já começou e para iniciar esta nova fase a Zentropa Rambuk produziu um novo filme para a COP15.

Para nos situar, em 2007 o Plano de Ação de Bali determinou por consenso entre os países representantes, que o novo tratado climático fosse concluído em dezembro de 2009. A data chegou e os líderes mundiais terão as semanas de 7 a 18 deste mês para agir sobre a eminente ameaça climática. São 192 países se reunindo em Copenhague, na Dinamarca, e só neste período a estimativa de público é de mais de 15.000 pessoas.

O objetivo da Conferência é traçar um acordo global para definir o que será feito para reduzir as emissões de gases de efeito estufa após 2012, quando termina o primeiro período de compromisso do Protocolo de Quioto.

A possibilidade de um documento legal, como o próprio Protocolo de Quioto, é difícil de se esperar na COP 15, porém um acordo político é indispensável em um momento como este. Nunca se viu tanta mobilização por uma causa, os olhos do planeta estão todos em Copenhague esperando a definição dos próximos passos.

E você, o que espera da COP 15? Os líderes mundiais cumprirão a promessa frente ao mundo? Comente aqui.

www.chevrolet.com.br/caronachevrolet

O site Carona Chevrolet tenta colocar pessoas conhecidas em contato para compartilhar caronas. Além da busca por “caroneiros” você pode encontrar dicas de etiqueta para saber como se comportar na carona e informações realtime do trânsito da cidade. O site também conta com a opinião dos usuários para melhorar sua interface, você pode responder uma pesquisa para isso ou mandar um e-mail no fale conosco.

A iniciativa ajuda não só para diminuir a emissão de CO2 mas também para aliviar o trânsito nas cidades.

Casa Office 2008

De 12 de novembro à 2 de dezembro aconteceu a Casa Office 2008, no Jockey Clube de São Paulo. A exposição foi uma mostra de trabalhos de arquitetos e decoradores para ambientes coorporativos. Os melhores arquitetos e paisagistas do Brasil, pensando em inovação e unindo conforto e eficiência à sustentabilidade.
Ao adentrar a Casa Office 2008 nos deparamos com inúmeros ambientes, todos é claro sob a temática: inovação e sustentabilidade. Em cada um deles, havia uma guia que poderia nos fornecer informações sobre o conceito de todo o ambiente.
Entretanto para nossa surpresa, dos 58 ambientes apenas duas guias souberam nos informar sobre os elementos sustentáveis utilizados naquele espaço. A decepção só diminuia cada vez que as guias, motivadas pelo nosso interesse em sustentabilidade, nos direcionava para um tal ambiente que se chamava ’’escritório verde’’. Com certeza nossa salvação, já que até então não encontramos nenhum elemento sustentável, deviam ter separado tudo em um ambiente, exclusivo e todo feito com elementos sustentáveis. Contudo para nossa completa indignação, o ambiente não passava de duas espreguiçadeiras em um deck de madeira. Nossa grande indagação foi, esse escritório é verde porque tem espreguiçadeira ?
A desilusão era tanta que aquela altura a vontade de ir embora era enorme, mas já quase na porta nos deparamos com o ambiente athie/wohnrath.
A empolgação foi tanta, que fizemos questão de fazer uma mídia espontânea aqui e falar até o nome do escritório responsável pelo ambiente. Não só as pessoas que nos atenderam eram extremamente informados em relação ao assunto, como ainda forneceram um flyer explicativo de cada material sustentável utilizado no espaço. Haviam elementos reciclados, uso de materiais recicláveis, interação com meio ambiente, uso de madeira queimada como forma de protesto, coleta seletiva e outros materiais de origem certificada. Os projetistas não perderam o foco do evento e alinhando sustentabilidade à inovação, apresentaram novas tecnologias de baixo consumo e ambientalmente corretas como: sala de telepresença que reduz o número de viagens e consumo de Co2, lâmpadas de Led individual que reduz os gastos com energia e equipamento eletrônicos de baixo consumo.
O ambiente foi um suspiro de dignidade e decência para o evento, que não esta sozinho quando falamos de Greenwash, termo utilizado para descrever a percepção errônea de consumidores influenciados pela aparência de práticas ambientais de companhias. Hoje estamos lidando com inúmeras empresas que se aproveitam dessa imagem para vender cada vez mais, mas se esquecem que pior que não ter uma política responsável nos dias de hoje, é enganar o consumidor dizendo que tem.